Sub-categorias

Notícia

Antigos dirigentes do PS de Penela condenados a pagar multas de 2.500 euros cada

Crime de falsificação de documentos no âmbito de um ato eleitoral partidário em 2012 em causa.
Por Lusa|13.07.18
Dois antigos dirigentes do PS em Penela foram condenados, esta sexta-feira, em Coimbra, a multas de 2.500 euros cada um por falsificação de documentos no âmbito de um ato eleitoral partidário em 2012.

O ex-presidente da concelhia do PS de Penela, no distrito de Coimbra, Renato França, e o ex-secretário coordenador da secção de Penela Rui Horta foram esta sexta-feira condenados a 250 dias de multa, à taxa de dez euros por dia, por terem inscrito no partido de forma fraudulenta 52 militantes, com fichas com dados falsos.

De acordo com o Ministério Público, cuja acusação o Tribunal de Coimbra considerou "provada na generalidade dos factos", os dois ex-dirigentes socialistas de Penela também introduziram boletins de voto daqueles pretensos militantes e forjarem a assinatura dos mesmos nos cadernos eleitorais nas eleições para a distrital do PS, em 2012, e nas eleições para secretário-geral do PS, em 2013, em que António José Seguro venceu contra Aires Pedro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!