Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

António Salvador entrega imóveis de caução

Bens no valor de 300 mil euros para tentar evitar execução.
Fátima Vilaça 23 de Outubro de 2018 às 09:33
António Salvador
António Salvador
António Salvador
António Salvador
António Salvador
António Salvador
António Salvador
António Salvador
António Salvador
O presidente do Sp. Braga, o empresário António Salvador, quer entregar uma caução de quase 300 mil euros, em imóveis, para evitar a execução de bens ordenada pelo Tribunal de Comércio de Vila Nova de Famalicão.

Em causa, uma dívida de 250 mil euros - acrescida de eventuais juros - ao também empresário bracarense, Domingos Correia, que ficou conhecido como ‘o cobrador do camião’, por ter colocado a circular na cidade um camião com cartazes a exigir a Salvador o pagamento.

Na semana passada, um agente de execução tentou arrestar bens na casa onde vive Salvador, mas o empresário opôs-se à execução, alegando que tanto a casa como o recheio não lhe pertencem. Salvador e a família vivem numa luxuosa moradia registada como propriedade de uma antiga colaboradora da Britalar.

Por outro lado, Salvador tinha feito entrar no tribunal o pedido para que o juiz autorizasse a entrega da caução e o prazo ainda estaria a decorrer. O presidente do Sp. Braga considera que o agente de execução agiu "de má fé", numa tentativa de o "pressionar". No entanto, acrescenta o empresário, "o processo ainda não terminou".

Segundo apurou o CM, António Salvador entende que o credor Domingos Correia terá assumido, ainda durante o mesmo processo de execução do Tribunal do Comércio de Famalicão, que já recebeu os 250 mil euros.

A dívida reclamada refere-se a uma sociedade que os dois empresários tiveram em Moçambique.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)