Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Apanha 19 anos por matar amigo

Relação mantém pena para Márcio Fresco pelo homicídio de Tiago Santos, de 17 anos.
25 de Novembro de 2013 às 14:00
Tiago Santos (cima) foi torturado e assassinado em 2012. Márcio Fresco, 19 anos (esq.) foi condenado por matar amigo numa zona de barracões abandonados em Odivelas
Tiago Santos (cima) foi torturado e assassinado em 2012. Márcio Fresco, 19 anos (esq.) foi condenado por matar amigo numa zona de barracões abandonados em Odivelas FOTO: Mariline Alves

Por vingança, Márcio Fresco, de 19 anos, torturou e assassinou o amigo, Tiago Santos, 17 anos, em Odivelas. Com a ajuda de um cúmplice menor, de 15 anos, espancou-o, esfaqueou-o 13 vezes, regou e queimou-lhe o corpo com aguarrás e esmagou-lhe o crânio com um bloco de cimento. Pelo crime, cometido no ano passado, foi condenado a 19 anos de cadeia, em julho. A defesa recorreu. E a Relação de Lisboa negou agora o recurso e confirmou a decisão.

"O crime foi cometido de forma brutal, com recurso a um pau, pedras, pedaços de parede, e através da utilização de um instrumento corto-perfurante [...]. Arguido e vítima eram amigos [...] o que não o demoveu de tirar a vida ao Tiago", pode ler-se no acórdão da Relação.

Foi com base numa mentira da namorada de Márcio, que contou que Tiago a tentou violar e assaltar, que o jovem homicida decidiu vingar-se. A 26 de fevereiro de 2012, encontrou-se com o amigo numa zona de barracões abandonados em Odivelas. Tiago foi agredido por Márcio e pelo cúmplice de 15 anos.

A vítima foi torturada e o cadáver abandonado no local. Os dois foram caçados pela PJ em poucas semanas. Ao cúmplice menor foram aplicados três anos numa casa de correção.

Márcio Fresco Tiago Santos prisão condenação tribunal Odivelas crime vingança
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)