Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Apanhado gang suspeito de 30 furtos

A GNR desmantelou anteontem um gang suspeito da autoria de mais de três dezenas de furtos ocorridos em habitações e estabelecimentos de diversos concelhos da região da Beira Interior. Durante a operação foram identificados seis indivíduos e apreendidas dezenas de artigos com valor superior a cem mil euros.
1 de Julho de 2007 às 00:00
 As autoridades apreenderam diversos tipos de artigos
As autoridades apreenderam diversos tipos de artigos FOTO: Jerónimo Clemente
Há alguns meses que as populações, sobretudo dos meios rurais, dos concelhos da Covilhã, Fundão, Belmonte e Penamacor, andavam alarmadas com o elevado número de furtos.
Com base nas poucas pistas que os assaltantes deixavam e após várias semanas de investigação, a GNR conseguiu chegar aos suspeitos do crime. Munidos de mandados de busca, os militares da Guarda procederam à realização de 11 buscas domiciliárias onde encontraram aquilo que “há muito suspeitavam”.
Seis indivíduos – quatro homens e duas mulheres – com idades entre os 23 e 47 foram constituídos arguidos e sete outros foram identificados como alegados receptadores dos produtos furtados.
Quando foram surpreendidos pela GNR os suspeitos não ofereceram resistência e colaboraram com as autoridades. Um dos envolvidos andou com os militares a indicar o local onde estava o material.
Para o tenente David Martins, comandante do Destacamento da GNR da Covilhã, tendo em conta os artigos encontrados “os indivíduos não escolhiam o que furtar, tudo lhes servia para levar para casa”.
“Espero que com esta operação a população, sobretudo aquela que vive em zonas rurais, fique mais tranquila pois andava alarmada com o elevado número de furtos que ocorriam”, adiantou o oficial da GNR da Covilhã.
De acordo com os investigadores, o gang tinha grande facilidade em se deslocar de uns locais para outros, utilizando para o efeito um Ford Escort de cor vermelha. Há casos em que no mesmo dia os indivíduos perpetraram mais do que um furto.
Do material apreendido destacam-se os electrodomésticos, motociclos, máquinas fotográficas e agrícolas, motores de rega e eléctricos, rádios, diversos tipos de ferramentas de construção civil, acessórios de automóveis, garrafas de gás, artigos de desporto, bebidas e armas de recreio e de alarme. Participaram na operação três dezenas de militares.
Ver comentários