Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Apanhado suspeito de fogo posto

A PJ do Porto formalizou, na noite de ontem, a detenção de um suspeito de atear o incêndio de Vale de Cambra na segunda-feira.
5 de Setembro de 2013 às 01:00

O incendiário foi surpreendido pelos militares da GNR, após um reacendimento suspeito, na tarde de anteontem. Várias testemunhas dizem ter visto o homem na zona onde teve início o incêndio que ameaçou a zona industrial de Rossio e colocou várias casas em risco, nas localidades de Furna, Pintalhos, Algeriz e Borbolga.

O fogo consumiu ainda largos hectares de floresta, a três quilómetros de Vale de Cambra, e obrigou à intervenção de mais de 160 bombeiros durante 36 horas. O presidente da Câmara de Vale de Cambra, José Bastos, tinha já admitido ao CM que havia "mão criminosa" no incêndio. Também a PJ de Vila Real deteve um homem, de 30 anos, por ter ateado três incêndios, em Favaios, Alijó e Rede Moinhos (Sanfins do Douro), na segunda-feira. Sobe assim para 57 o número de detidos pela PJ este ano por incêndio florestal.

VALE DE CAMBRA SUSPEITO INCÊNDIO FOGO
Ver comentários