Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Apenas 14 camas para 30 polícias em Fátima

Segurança Pessoal da PSP dormiu em camarata e nos carros.
Rui Pando Gomes 18 de Maio de 2017 às 01:30
Trinta agentes do Corpo de Segurança Pessoal da PSP tiveram que dividir 14 camas na segurança ao Papa Francisco
Polícias dormiram na Casa do Carmo
Trinta agentes do Corpo de Segurança Pessoal da PSP tiveram que dividir 14 camas na segurança ao Papa Francisco
Polícias dormiram na Casa do Carmo
Trinta agentes do Corpo de Segurança Pessoal da PSP tiveram que dividir 14 camas na segurança ao Papa Francisco
Polícias dormiram na Casa do Carmo
A operação de segurança em torno da visita do Papa Francisco a Portugal foi considerada um sucesso mas ocorreram alguns constrangimentos, principalmente no alojamento das forças de segurança. Cerca de mil militares da GNR foram obrigados a dormir em colchões, num colégio e num pavilhão e, sabe o CM, 30 elementos do Corpo de Segurança Pessoal (CSP) da PSP tiveram que dividir 14 camas numa camarata improvisada.

A passagem do chefe máximo da igreja católica por Portugal foi acompanhada por mais de seis mil operacionais, de todas as forças policiais e ramos das Forças Armadas. Os elementos do CSP da PSP, considerados os polícias invisíveis, foram os que estiveram mais próximos e mais tempo ao lado de Francisco, nos dois dias de visita.

Ao que o CM apurou, os 30 elementos destacados para a missão ficaram alojados na mesma habitação em que dormiu o Papa, a Casa do Carmo, em Fátima. Como só havia 14 camas improvisadas, que ainda tiveram que ser divididas com quatro elementos do INEM, muitos dos operacionais foram obrigados a dormir dentro de automóveis. O CM questionou a Direção Nacional da PSP mas não obteve resposta.

Os sacrifícios das forças de segurança criaram algum descontentamento nos operacionais. A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, admitiu "constrangimentos" no alojamento dos militares da GNR.

A operação foi coordenada pela secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, Helena Fazenda.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)