Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

"Apontou arma e ameaçou-me"

Pistolas em punho e passa- -montanhas a cobrir a face, quatro homens tentaram assaltar, anteontem à tarde, um cabeleireiro na Cova da Piedade, Almada. Enfrentados por populares, fugiram sem nada roubar. Quinze minutos depois, invadiram um café – foram agredidos pelo dono e dois clientes e fugiram sem nada. Antes das duas tentativas falhadas, o grupo tinha assaltado um homem na rua. Estão a monte.
2 de Março de 2013 às 01:00

Para os três roubos, os assaltantes usaram um Opel Corsa roubado, que já foi recuperado pela PSP. Anteontem, pelas 19h30, o gang tentou entrar no São Cabeleireiro, na rua de D. Pedro de Almeida Portugal. "Através do vidro, um encapuzado apontou-me uma arma e gritou para abrir a porta, que estava trancada. Eu e três funcionárias fechámo-nos no escritório e ligámos à PSP", contou ontem a dona, Conceição Jorge.

Apanhados por populares a forçar entrada no salão, os ladrões fugiram. Eram 19h45 quando os quatro invadiram um café a um quilómetro do cabeleireiro. "Um deles agarrou a minha mulher pelo pescoço e apontou--lhe a arma à cabeça. Lancei-me a ele, os clientes também os enfrentaram. É o quarto assalto, temos medo", desabafou o dono, 68 anos.

PSP almada pistolas roubos cabeleireiro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)