Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Área ardida cai para metade

A área ardida este ano caiu para metade em relação ao ano passado, mas os incêndios aumentaram cerca de 15 por cento, tendo contribuído os fogos registados em Outubro, segundo os dados provisórios da Autoridade Florestal Nacional (AFN). Ardeu em Portugal o equivalente há área da cidade de Lisboa.
4 de Novembro de 2011 às 15:37
As ocorrências de fogo aumentaram este ano, tendo-se registado 25 318
As ocorrências de fogo aumentaram este ano, tendo-se registado 25 318 FOTO: D.R.

O relatório provisório de incêndios florestais da AFN indica que entre  1 de Janeiro e 31 de Outubro arderam 70 193 hectares de florestas, menos  62 795 hectares do que no mesmo período do ano passado, quando a área ardida  se situou nos 132 988.

A AFN adianta que entre Janeiro e Outubro foram afectados 20 161 hectares  de povoamentos florestais e 50 032 de matos.

Já as ocorrências de fogo aumentaram este ano, tendo-se registado 25 318,  mais 3 455 do que no mesmo período do ano passado, quando se verificaram  21 863 incêndios. Para estes números contribuíram os incêndios de Outubro, mês "relativamente  atípico quando comparado com as médias mensais da última década".

O relatório refere que Outubro concentrou aproximadamente 31 por cento  das ocorrências (7 747) registadas desde Janeiro e cerca de 35 por cento  do total da área ardida (24 585), tendo sido o mês com os valores mais altos. 

Incêndios florestas matos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)