Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

AREEIROS DO DOURO QUEREM SABER PORQUE SÃO ACUSADOS NO PROCESSO

Os 24 empresários de extracção de areias, que receberam notificações do Tribunal de Castelo de Paiva, no âmbito do processo da queda da ponte de Entre-os-Rios, vão hoje apresentar-se perante o juiz de instrução.
22 de Setembro de 2003 às 09:12
“A primeira coisa a saber é porque foram convocados, e só depois disso se podem traçar cenários”, adiantava ontem, ao CM, Manuel Rocha, um dos advogados que os vai acompanhar.
O advogado afirma que “antes de se ouvir o juiz, tudo são meras especulações” e acrescenta: “Se eles forem constituídos arguidos, e não o sabemos ainda, trata-se apenas de uma decorrência inevitável do pedido de instrução dos familiares das vítimas. E isto nem quer dizer que venham a constar como acusados no despacho de pronúncia.”
Tal como o CM avançou em exclusivo, os 24 areeiros deverão comparecer hoje no tribunal para, de acordo com um despacho da anterior juíza de instrução, serem constituídos arguidos, com Termo de Identidade e Residência. No entanto, cabe ao novo juiz, que tomou posse na passada sexta-feira como titular do processo, decidir que rumo dar ao mediático caso, que já tem outros seis arguidos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)