Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Arguido foragido adia julgamento

Está fugido das autoridades desde Dezembro de 2008, altura em que foi notificado para um interrogatório judicial. António José Correia, 39 anos, simulou mais de uma centena de acidentes para poder burlar seguradoras, mas ninguém sabe do seu paradeiro. A ausência de António ditou, ontem, o adiamento do início do julgamento da rede de burlões, composta por mais 42 pessoas.
8 de Setembro de 2010 às 00:30
Pavilhão de Anta recebeu mais de 40 arguidos, já que o Tribunal de Espinho não reunia condições necessárias
Pavilhão de Anta recebeu mais de 40 arguidos, já que o Tribunal de Espinho não reunia condições necessárias FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Estava previsto que a primeira sessão decorresse no Pavilhão Municipal de Anta, uma vez que o Tribunal de Espinho não conseguia receber um julgamento com 43 réus. Contudo, a audiência nem chegou a ser realizada.

"O arguido não está notificado e, como os mandados de detenção nunca surtiram efeito, ou se separam os processos ou se adia o julgamento", disse o juiz-presidente Paulo Castro, referindo-se à falta de António Correia, considerado um dos cabecilhas do grupo.

A decisão foi acatada pelo procurador, pelos assistentes das cinco seguradoras lesadas e também pelo defensor oficioso do arguido.

António, proprietário de uma oficina automóvel de Lobão, em Santa Maria da Feira, deixou, a partir de 2008, de cumprir as apresentações - três vezes por semana - à GNR. É acusado de liderar a rede que simulava e provocava acidentes de viação, danificando antes os carros para aumentar o lucro.

As burlas lesaram as companhias de seguros em mais de 750 mil euros. O esquema foi posto em prática entre 2000 e 2006, sendo os cabecilhas donos de oficinas automóveis. O julgamento realiza-se a 26 de Outubro, para que decorram os 30 dias mínimos entre a notificação e a marcação da nova audiência. Se António não aparecer, é julgado em processo autónomo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)