Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Arma em roubo a loja dos 300

"Isto é um assalto", foram as únicas palavras que Maria Luísa Silva, 68 anos, ouviu da boca de um dos dois assaltantes que entraram pela loja adentro, anteontem pela hora do almoço, em Foros da Amora, Seixal. O mais novo, entre os 16 e os 18 anos, apontou-lhe uma arma ao pescoço, enquanto o mais velho, "um homem já maduro", lançou a mão à gaveta da caixa registadora.
26 de Novembro de 2010 às 00:30
Maria Luísa Silva, assaltada pela terceira vez, lançou mão à pistola usada pelos ladrões
Maria Luísa Silva, assaltada pela terceira vez, lançou mão à pistola usada pelos ladrões FOTO: Vasco Neves

"Mas não levaram mais de 20 a 30 euros. Eu já tinha retirado o dinheiro da manhã. Agora tenho sempre a gaveta meio aberta", explica ao CM Maria Luísa, que ainda teve sangue-frio para jogar a mão à arma "que pareceu ser verdadeira, mas saíram logo e fugiram a pé".

Manuel Silva, de 67 anos, explica que "a polícia esteve no local e colocou uma fita à volta do balcão, mas nunca mais voltaram para recolher as impressões digitais. Hoje de manhã [ontem] tirei a fita e pronto. Temos de nos conformar com estas situações. Isto aqui é todos os dias. São lojas e pessoas em plena via pública". O casal tem a loja há 30 anos. Durante os primeiros 15 anos era uma sapataria e só depois passou a ser uma loja dos 300. "Esta é já a terceira vez que somos assaltados, mas foi a primeira que usaram uma arma", explica Maria Luísa. Agora só querem passar o negócio e voltar para Oliveira de Frades. "Já não me sinto com coragem para enfrentar esta situação", desabafa Manuel Silva.

Ver comentários