Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Arma encrava e evita matança

Preso por disparar junto a multidão para ajustar contas.
Magali Pinto 13 de Setembro de 2016 às 01:35
Jovem de 22 anos foi atingido com dois tiros. Atirador está na cadeia
Jovem de 22 anos foi atingido com dois tiros. Atirador está na cadeia FOTO: Getty Images
A rivalidade entre os grupos do Miratejo e do bairro do Chegadinho, na Margem Sul do Tejo, há muito que é conhecida pelas autoridades. Na madrugada do dia 7 de agosto os dois gangs encontraram-se num bar na Costa da Caparica, em Almada, e rapidamente estalou a discussão.

Ao ponto de os seguranças de um dos bares de praia na Costa terem de expulsar os dois grupos do bar. A retaliação não tardou a chegar. Os grupos mantiveram-se à porta do bar e de repente chegou um homem armado a disparar indiscriminadamente à porta do estabelecimento. Por sorte, a arma encravou. Apenas uma pessoa ficou ferida. O atirador foi agora detido pelos inspetores da Polícia Judiciária de Setúbal e ficou em prisão preventiva. Tem 23 anos e duas condenações a penas suspensas por crimes semelhantes.

Foram precisamente os antecedentes criminais que levaram à aplicação da medida de coação mais gravosa. A vítima de 22 anos foi atingida numa das mãos e na região abdominal e teve de ser levada para o Hospital Garcia de Orta para receber assistência médica. Segundo o CM apurou estavam no local entre 15 e 20 pessoas que foram colocadas em risco de vida.

Desempregado, este homem conseguiu estar em fuga durante apenas um mês, apesar de ter estado em várias casas e tentado desta forma fintar a investigação da PJ. No entanto, o autor dos disparos estava já identificado, uma vez que o sistema de videovigilância do bar permitiu ver quem estava armado e disparou sobre a multidão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)