Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Armas roubadas: Militares já saíram do quartel

Os 350 militares que se encontravam retidos no Quartel da Carregueira, em Sintra, já tiveram autorização para sair.
7 de Janeiro de 2011 às 18:27
350 militares estiveram cinco dias impedidos de sair da Unidade de Comandos na Carregueira
350 militares estiveram cinco dias impedidos de sair da Unidade de Comandos na Carregueira FOTO: Vítor Mota

Segundo apurou o CM, as saídas começaram a realizar-se a partir das 17h00 desta sexta-feira.

Os militares encontravam-se retidos há cinco dias e sujeitos a interrogatórios diários devido ao roubo de dez armas, incluindo duas metralhadoras HK MP5 e duas pistolas HK USP

O crime foi cometido entre 23 de Dezembro e a segunda-feira passada.

O Exército Português anunciou que a fase inicial do inquérito relativo ao desaparecimento de armas no Centro de Tropas Comandos foi concluída, deixando "de haver necessidade de manter os militares na unidade", retomando "a sua actividade normal".

Em comunicado, o porta-voz do Exército Português, Hélder António da Silva Perdigão, explicou que, relativamente ao incidente com material de guerra no Centro de Tropas Comandos, no quartel da Carregueira, em Belas, Sintra, foi concluída a fase inicial do inquérito.

"Após tomadas as diligências tidas como necessárias, deixou de haver necessidade de manter os militares na unidade", acrescenta a mesma nota.

Segundo o Exército, "a investigação até agora efectuada, num esforço conjunto da Polícia Judiciária Militar com a Unidade, permitiu apurar o modo como ocorreu" o incidente.

"As investigações vão prosseguir, no sentido do total esclarecimento da situação, dando origem aos processos subsequentes que se revelarem adequados", acrescenta.

O Exército avançou ainda que o Centro de Tropas Comandos, "assumiu a sua actividade normal" a partir desta sexta-feira.

quartel exército armas roubo carregueira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)