Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Arranca pulseira eletrónica e bate na namorada

Homem cumpria pena por violência doméstica contra a ex-mulher. Crime ocorreu em Lisboa.
Sérgio A. Vitorino 14 de Março de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Homem cumpria pena por violência doméstica contra a ex-mulher. Crime ocorreu em Lisboa.
Um homem de 28 anos arrancou a pulseira eletrónica que a Justiça lhe impôs, por causa de um processo em que foi condenado por violência doméstica contra uma anterior companheira, e foi apanhado em flagrante, pela PSP de Lisboa, a espancar a atual namorada, anunciou esta quarta-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa.

O Ministério Público (MP) esclarece que o homem está indiciado pelos crimes de violência doméstica, injúria agravada e ameaça contra a namorada. Este relacionamento durava há cerca de 4 meses.

"O arguido tinha arrancado da sua perna a pulseira eletrónica que lhe tinha sido colocada no âmbito de outro processo, no qual está a cumprir pena pela prática do crime de violência doméstica na pessoa de outra ofendida", refere o MP.

Presente a juiz de instrução criminal "face ao perigo de continuação da atividade criminosa" de agressões, ameaças e insultos contra a atual namorada foi determinado que "fosse aplicada ao arguido a medida de coação de prisão preventiva".

O Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa prossegue a investigação, apoiado pela PSP.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)