Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Assaltam casa de Pina Moura

Os dois homens que assaltaram a moradia de Joaquim Pina Moura, em Gaia, foram surpreendidos pela coragem da filha mais nova do ex-ministro da Economia e Finanças. Ana estava sozinha em casa e apanhou um grande susto, mas ao reagir com gritos acabou por afugentar os assaltantes.
22 de Julho de 2008 às 00:30
A vivenda de Joaquim Pina Moura, em Vila Nova de Gaia, foi assaltada
A vivenda de Joaquim Pina Moura, em Vila Nova de Gaia, foi assaltada FOTO: D.R.

O assalto aconteceu há cerca de quinze dias. Era ainda madrugada, quando Ana foi acordada pela presença de um homem, no seu quarto, a abrir as portas dos móveis. Rapidamente percebeu tratar-se de um assalto mas conseguiu não entrar em pânico. Segundo apurou o CM, depois de instantes em silêncio, a jovem, de 23 anos, desatou aos gritos com o ladrão – que imediatamente saiu do quarto sem reagir violentamente.

O homem só tinha tido tempo para roubar o telemóvel, o que deixou Ana sem meios de comunicação dentro do quarto, onde se trancou. A solução foi mesmo ganhar coragem e abrir a porta para apanhar um telefone de linha fixa que estava em outra divisão. E foi assim que a filha de Pina Moura conseguiu chamar a polícia.

Quando as autoridades chegaram, os ladrões já tinham abandonado a moradia com o telemóvel e a chaves do Volksvagen Golf que estava estacionado à porta. Levaram o carro, que viria a ser encontrado pela polícia dois dias depois.

O Volksvagen da família Pina Moura poderá ter dado algumas voltas consideradas suspeitas, já que apresentava danos. A hipótese de ter sido usado em outros assaltos está a ser investigada pelas autoridades.

O actual administrador do grupo Média Capital só foi informado do assalto à sua casa e do roubo do carro alguns dias depois, já que estava ausente do País e a família entendeu não lhe causar preocupação, uma vez que a filha não sofreu qualquer ferimento.

Nem Pina Moura, nem Ana quererem falar sobre o assalto, que está a ser investigado pela polícia.

PORMENORES

VIVENDA ISOLADA

A vivenda de dois andares, em Francelos, Gaia, está toda gradeada. As grades, no entanto, não são altas o suficiente para impedir que alguém as consiga saltar. A rua, sem saída, só tem moradias. A zona tem pouco movimento de carros e pessoas.

ALARME DESLIGADO

É bem visível o dístico que indica a existência de um sistema de alarme de uma empresa de segurança. Não estaria ligado na madrugada do assalto ou não estará a funcionar. Também não há sinais de cães de guarda.

AUTOMÓVEL NA RUA

O Volksvagen Golf roubado estava estacionado na rua. Apesar da moradia ter espaço de garagem no interior, é habitual os carros da família de Pina Moura ficarem junto aos portões.

MAIS ASSALTOS

Em 2007, as autoridades registaram 22 300 assaltos a residências. É um tipo de crime que está a aumentar. As moradias são os alvos principais, sobretudo para roubar os carros nas garagens.

 

 

Ver comentários