Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Assaltam loja de ouro mas pedem desculpa

Fazendo-se passar por clientes, dois homens armados com uma pistola assaltaram, ontem de manhã, a loja de compra e venda de ouro usado Ouro Real, localizada na avenida Avelino Ferreira Torres, em Tuías, Marco de Canaveses. Depois de terem ameaçado com arma a funcionária, de 25 anos, e exigido que aquela abrisse o cofre, amarraram--na à cadeira. Antes de saírem, pediram-lhe desculpa pelo roubo e pela forma como tinham agido. A Polícia Judiciária do Porto investiga.
12 de Março de 2011 às 00:30
Loja de compra e venda de ouro usado, em Tuías, foi assaltada pela primeira vez
Loja de compra e venda de ouro usado, em Tuías, foi assaltada pela primeira vez FOTO: Joana Neves Correia

No total, o assalto ao estabelecimento, que abriu há apenas um mês, rendeu cerca 1500 euros. "Levaram o ouro que estava no cofre, o dinheiro da caixa-registadora e um computador portátil, que ainda não avaliámos. Ela ainda pediu para não o levar porque temos ali toda a informação dos clientes", disse ao CM o proprietário da loja. "Depois de aberto o cofre, os homens amarraram as mãos e os pés da funcionária à cadeira com uma fita de plástico muito forte e fugiram num Peugeot branco", acrescentou.

Apesar de amarrada, a mulher conseguiu gritar e deslocar-se até à porta do estabelecimento, sendo ajudada por populares que passavam na rua naquele momento. "Ela está muito abalada. Foi um choque muito grande ser assaltada e não conseguir fazer nada para o evitar. Mas também teve muita sorte em não ser agredida", referiu a mesma testemunha.

Os assaltantes quando saíram do estabelecimento fugiram num carro que estava estacionado à porta e onde um terceiro indivíduo os esperava. A GNR de Marco de Canaveses foi ao local, mas o caso foi entregue à PJ do Porto.

CRIADA EQUIPA DE PREVENÇÃO CONTRA ASSALTOS

O novo secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Antero Luís, anunciou a criação de uma equipa mista de prevenção criminal para a prevenção dos crimes de furto e roubo às ourivesarias e lojas de venda de artigos de ouro. Em comunicado, o gabinete referiu que a equipa vai realizar um estudo nacional sobre o fenómeno e irá elaborar um plano de acção que possa combater os roubos em ourivesarias de forma a "minimizar o sentimento de insegurança de ourives e populações do todo o País". Serão também promovidas campanhas de prevenção.

assalto ouro loja marco de canaveses clientes desculpa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)