Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Assaltantes ficam em prisão preventiva

A GNR de Guimarães anunciou que os dois indivíduos detidos na segunda-feira por furto em mais de 30 residências no concelho de Fafe ficaram em prisão preventiva a aguardar julgamento.
8 de Fevereiro de 2011 às 17:19

Os furtos renderam aos indivíduos 30 mil euros em dinheiro, além de ouro e electrodomésticos.  

Em comunicado, a GNR de Guimarães informou que os dois homens têm idades de 19 e 20 anos e que lhes foi "decretada prisão preventiva".  

Fonte desta autoridade revelou à agência Lusa que os dois homens foram detidos em resultado de uma investigação "desde os primeiros furtos e ao longo destes seis meses".  

Para o desfecho desta investigação contribuiu o facto "dos dois indivíduos terem tentado vender algumas das peças furtadas a casas de compra e venda de ouro, que são obrigadas a participar o material que recebem, o que possibilitou à GNR detectar alguns dos objectos e chegar até aos dois detidos", explicou. 

Segundo a mesma fonte, aos dois homens não é conhecida "qualquer profissão ou ocupação".  
 
As residências furtadas são "todas no concelho de Fafe, moradias e nem sempre isoladas", acrescentou a mesma fonte.  

A prisão preventiva foi esta terça-feira decretada pelo Tribunal Judicial de Fafe, "medida que os dois homens acataram tranquilamente como já haviam aceite a detenção sem grandes manifestações".   

assaltos furtos fafe guimarães gnr
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)