Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Assaltou banco no centro do Porto com bomba de ar

Funcionário e um cliente perseguiram e apanharam o ladrão.
Patrícia Lima Leitão e Liliana Rodrigues 4 de Janeiro de 2017 às 08:43
Ladrão entrou na dependência da Caixa Geral de Depósitos, no centro do Porto, durante a manhã de segunda-feira
Ladrão entrou na dependência da Caixa Geral de Depósitos, no centro do Porto, durante a manhã de segunda-feira FOTO: CMTV
O homem, de 50 anos, entrou na segunda-feira de manhã na Caixa Geral de Depósitos junto ao jardim de São Lázaro, no Porto, para realizar um assalto. Ameaçou um dos funcionários com uma bomba de encher pneus e exigiu o dinheiro da caixa. O funcionário apercebeu-se que a arma era falsa e foi negando a entrega de qualquer quantia. A demora levou a que o ladrão decidisse fugir. Foi perseguido pelo funcionário, que, com a ajuda de um cliente, o apanhou.

O ladrão, um informático desempregado, foi formalmente detido pela Polícia Judiciária do Porto. Possui já antecedentes criminais.
"O funcionário veio ao café, logo depois do assalto, e estava ainda em estado choque", contou um comerciante.

Após apanhar o assaltante, na avenida Rodrigues Freitas, o funcionário alertou a PSP do Porto. "Quando me apercebi do aparato policial, estava o ladrão já algemado a entrar dentro do carro. Foi tudo muito rápido, os polícias chegaram logo", contou a mesma testemunha.

O assaltante tinha já efetuado um roubo consumado a 28 de novembro do ano passado na CGD junto ao Hospital de S. João. Também terá ameaçado o funcionário com uma bomba de encher pneus, mas este tê-la-á confundido com uma arma . Conseguiu levar mil euros.
O suspeito tem graves problemas de alcoolismo e já esteve internado numa instituição, de onde fugiu. Atualmente vivia em pensões. Presente a tribunal ficou em prisão preventiva.
Ver comentários