Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Assassino apanha 17 anos de cadeia

"Tente amar a sua vida para poder amar a dos outros". Foi o conselho deixado pela juíza a Tiago Pinto, depois de o condenar a 17 anos e meio de prisão pelo homicídio de José Teixeira, de 48 anos, numa rixa no bairro Pinheiro Torres, em Lordelo do Ouro, a 25 de Abril do ano passado. A sentença foi proferida ontem no Tribunal de São João Novo, no Porto.
27 de Junho de 2009 às 00:30
Tiago Pinto foi condenado a uma pena de 17 anos e meio de prisão por homicídio qualificado
Tiago Pinto foi condenado a uma pena de 17 anos e meio de prisão por homicídio qualificado FOTO: Gisela Caridade

O outro arguido no processo, Pedro Fernandes, também envolvido no crime por agredir a vítima na cabeça, com correntes, não esteve na sessão, mas vai cumprir uma pena de 13 anos e três meses.

O tribunal considera provado que Tiago e o comparsa agiram de forma deliberada e consciente, ao atingir a vítima de surpresa, deixando-a sem defesa. A juíza salientou que a acção do jovem, na altura com 18 anos, mostrou uma "grave falta de preocupação pela vida alheia".

O caso remonta a 2008. Antes do homicídio, Tiago Pinto já tinha cadastro por tráfico de estupefacientes. Foi precisamente quando passava droga na rua que a rixa começou. Uma familiar de José Teixeira terá achado imprópria a venda de "pacotes" em praça pública. Abordou o jovem, que a agrediu com uma bofetada na cara. No dia seguinte, José foi com a esposa e a cunhada ao bairro Pinheiro Torres. Tiago viu-os chegar e enfrentou-os. De forma repentina, empunhou uma pistola e disparou três tiros, atingindo José no coração. O homem morreu logo no local.

Ver comentários