Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Assistente de unidade de saúde na Feira aproveitava-se das funções para burlas tributárias

Mulher, de 44 anos, foi detida pela PJ por crimes de corrupção passiva, acesso ilegítimo agravado, falsidade informática agravado e outros.
Correio da Manhã 21 de Abril de 2021 às 12:42
Mulher, computador
Computador
Mulher, computador
Computador
Mulher, computador
Computador

A Polícia Judiciária (PJ) deteve uma assistente administrativa de uma unidade de saúde por crimes de corrupção passiva, acesso ilegítimo agravado, falsidade informática agravado, falsificação de documento agravado e burla tributária qualificada, cumprindo um mandado de detenção emitido pelo Ministério Público – DIAP de Santa Maria da Feira.

A mulher, de 44 anos, aproveitava-se "de forma reiterada, há já alguns anos" da sua função e dos acessos que tinha para praticar os crimes "com vista à obtenção para si e para terceiros de benefícios patrimoniais ilegítimos", informa esta quarta-feira a PJ em comunicado.

Os factos foram participados às autoridades há pouco tempo.

A detida vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Polícia Judiciária PJ Ministério Público DIAP Santa Maria da Feira crime lei e justiça crime polícia
Ver comentários