Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Associações de homossexuais contestam

As associações pelos direitos dos homossexuais repudiaram esta quarta-feira as declarações do cardeal D. José Saraiva Martins contra a educação de crianças por casais homossexuais, considerando que estão fora da realidade social.
18 de Fevereiro de 2009 às 15:56
Os homossexuais consideram-se excluídos da Igreja
Os homossexuais consideram-se excluídos da Igreja FOTO: Reuters

D. José Saraiva Martins afirmou terça-feira à noite na Figueira da Foz que o casamento entre homossexuais não providencia uma educação normal a crianças a quem falta um pai e uma mãe.

'Quando se juntam dois homossexuais, eles ou elas, se há crianças, evidentemente, aquela união, aquele casamento, não pode providenciar a formação das crianças', argumento o clérigo.

Mas para o presidente da Opus Gay, António Serzedelo, as declarações do cardeal, 'que viveu 50 anos no Vaticano, estão completamente fora da realidade social'.

'O senhor cardeal diz disparates e não sabe do que fala. Confunde casamento civil com adopção e são coisas completamente diferentes, não são um sacramento', sustentou.

António Serzedelo lembrou que há 'milhões de pais que são homossexuais e são excelentes pais', considerando que as declarações do cardeal são 'excludentes'.

Também o presidente da Associação ILGA Portugal, Paulo Côrte-Real, lamentou as declarações de D. José Saraiva Martins. 'O que é fundamental, mais uma vez, é vincar que este tipo de posições não pode ter eco num Estado de direito democrático que preze os valores de liberdade e igualdade'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)