Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Ataca mulher e advogada à marretada em sessão de divórcio

Agressor entregou-se à GNR, cinco horas depois do crime.
28 de Novembro de 2016 às 19:20
Agressões aconteceram no Cartório Notarial de Vendas Novas

Terminou em grande violência o que deveria ser um normal ato de divórcio em Vendas Novas. O marido atacou a mulher de quem se estava a separar e a advogada desta, à marretada, causando-lhes ferimentos graves.


Ao que o CM apurou, o caso aconteceu por volta das 17h30 desta segunda-feira no Cartório Notarial de Vendas Novas. O processo de divórcio já estaria concluído e o encontro de hoje serviria para tratar das partilhas dos bens que tinham em comum. A dada altura, o homem pegou numa marreta que trazia numa mala e começou a agredir a mulher. 

As duas mulheres foram levadas para o hospital de Évora, onde chegaram com ferimentos graves, mas não correm risco de vida. A ex-mulher do agressor tem 57 anos e é professora na cidade alentejana. A advogada tem a mesma idade e tem escritório em Setúbal.

A advogada desta terá intervindo para tentar proteger a cliente e acabou, também ela, por ser agredida. Os funcionários conseguiram escapar à violência, fugindo do edifício.

O homem escapou-se do local após as agressões e foi procurado pela GNR durante várias horas. Acabaria por se entregar por sua iniciativa no posto da GNR de Alcochete, tendo o caso passado agora para a alçada da Polícia Judiciária.


Vendas Novas notário marretada mulher advogada divórcio agressão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)