Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Atacado em casa

Dois homens espancaram brutalmente um trabalhador da construção civil, de 57 anos, no interior da casa da vítima, na Outurela, Oeiras. O crime ocorreu na segunda-feira, e o homem foi mantido sequestrado e amarrado pelos assaltantes, que fugiram apenas com um telemóvel e um leitor de DVD. A PSP de Oeiras conseguiu, anteontem, deter um dos suspeitos.
4 de Maio de 2007 às 00:00
Os indivíduos, ambos entre os 20 e os 25 anos, deslocaram-se pelas 22h00 de segunda-feira à residência da vítima, na Rua Alberto Osório de Castro, na Outurela, Carnaxide. “Arrombaram a porta a pontapé, e encontraram a vítima na sala”, disse ao CM fonte policial.
Incapaz de reagir, o trabalhador de construção civil foi manietado, e violentamente agredido a murro e pontapé. A vítima foi amarrada enquanto os assaltantes lhe passavam revista à casa.
“Fugiram só com um telemóvel e um leitor de DVD”, acrescentaram o mesmo informador.
Familiares encontraram-no momentos depois, e chamaram o INEM. A vítima foi transportada ao Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, onde esteve internada até quarta-feira. Teve alta, apesar de ainda ter marcas da agressão.
A Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Oeiras pegou no caso e, pelas 23h30 de quarta-feira, deteve um dos assaltantes, residente nas imediações do local do ataque.
Presente ontem ao Tribunal de Oeiras, o indivíduo ficou sujeito a apresentações trissemanais à PSP. O segundo assaltante já está identificado, mas ainda se encontra a monte.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)