Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Atacou com fogo mulher em casa

David Godinho, de 66 anos, colocou uma botija dentro da residência e ligou os bicos do fogão. Depois, acendeu um isqueiro, causando explosão e incêndio
26 de Setembro de 2013 às 01:00
David Godinho trancou os portões de casa e de seguida provocou a violenta explosão
David Godinho trancou os portões de casa e de seguida provocou a violenta explosão FOTO: Francisco Manuel

Completamente transtornado, ao que tudo indica após uma discussão conjugal, não hesitou. Colocou uma botija de gás dentro de casa, na Murtosa, e ligou os bicos do fogão. Depois, com um isqueiro, provocou uma explosão seguida de incêndio dentro de casa, onde a mulher estava a dormir – e conseguiu escapar ilesa –, durante a madrugada de anteontem. David Godinho, de 66 anos, autor dos crimes, acabou por ser ontem detido pela Polícia Judiciária de Aveiro.

Depois da zanga, por motivos ainda desconhecidos, o homem trancou os portões de casa e deu início ao plano. A mulher – alvo de toda a fúria de David – só conseguiu fugir porque se apercebeu do cheiro intenso a gás que entretanto se espalhara por toda a casa. O homem, que poderá ter agido sob uma perturbação emocional causada por uma depressão, ainda queimou documentos e uma grande quantidade de notas de 500 euros. Também ele foi atingido e ficou ferido durante o incêndio.

Ao casal de emigrantes não eram conhecidos problemas, e a violenta situação causou espanto aos vizinhos. David, que trabalhava como eletricista, partiu há vários anos para o Canadá com a companheira, operária fabril. Foram em busca de uma vida melhor e iriam regressar àquele país no próximo domingo, mas a viagem terá agora que ser cancelada.

David Godinho fugiu, mas acabou por ser detido, horas depois do incêndio, pela PJ e está indiciado por violência doméstica, incêndio e explosão.

fogo Murtosa explosão incêndio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)