Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Ataque contra venda ilegal

Na acção foram identificados 33 vendedores e apreendida uma grande quantidade de material
7 de Julho de 2012 às 01:00
Acção da Polícia Marítima resultou na apreensão de material
Acção da Polícia Marítima resultou na apreensão de material FOTO: Direitos Reservados

Durante a manhã, os agentes da Polícia Marítima procederam a uma vigilância discreta às oitos praias do barlavento onde, horas depois, se desenrolou a operação. Foram interceptados 33 vendedores ambulantes ilegais e apreendida grande quantidade de material.

A operação, realizada anteontem nas praias da Rocha e Careanos (Portimão), Armação de Pêra (Silves) e Rocha Baixinha, Galé, Oura, Peneco e Inatel (Albufeira) foi dada como concluída pelas 21h00. "Foram apreendidos 1178 artigos de bijuteria, 540 óculos de sol, 481 peças de vestuário, 157 relógios, 20 carteiras e ainda 148 bolas de berlim com creme", referiu, ao CM, o comandante Cruz Martins, da Capitania do Porto de Portimão.

Entre os vendedores ilegais, a Polícia Marítima identificou 10 senegaleses, oito marroquinos, seis brasileiros, quatro do Bangladesh, dois búlgaros, um indiano, um chinês e um português. Dois deles "tinham consigo terminais de pagamento automático Multibanco", revelou o mesmo responsável.

A operação visou responder a "queixas por parte de banhistas e concessionários das praias que se sentem incomodados pela presença e assédio constante dos vendedores", esclareceu ainda Cruz Martins.

barlavento operação rusga venda ilegal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)