Ateia 30 fogos e sai em liberdade

Conduzia bêbado carro que lançou faíscas para o pasto.
Por Pedro Galego|23.08.16
Ateia 30 fogos e sai em liberdade
O arguido Manuel Augusto dos Santos disse que se tratou de um acidente que podia acontecer a qualquer um Foto Hugo Rainho
O homem de 59 anos acusado de atear 30 focos de incêndio ao conduzir embriagado um carro sem pneu, cuja jante ao roçar no asfalto lançou faíscas para o pasto da EN119, entre Ponte de Sor e Alter do Chão, foi ontem condenado a dois anos e dois meses de prisão, suspensos por igual período.

Manuel Augusto dos Santos foi ainda condenado por condução sob efeito do álcool - acusou 2,3 g/l - a uma multa de 360 euros e quatro meses sem carta. "Eu nunca tive problemas com a Justiça. Podia ter acontecido a qualquer um", disse ontem o arguido à saída do Tribunal de Ponte de Sor.

No julgamento alegou que não se apercebeu de que a carrinha de caixa aberta que conduzia lançava faíscas para o pasto. O tribunal entendeu que tal não era possível e que a condução sob efeito do álcool não serve como atenuante.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!