Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Atiram carrinha contra pastelaria

Trio destruiu montra para roubar 5 euros e café. PSP investiga.
Liliana Rodrigues 12 de Abril de 2018 às 08:59
Pastelaria assaltada
Proprietária de pastelaria assaltada
Pastelaria assaltada
Proprietária de pastelaria assaltada
Pastelaria assaltada
Proprietária de pastelaria assaltada
Roubaram uma Mercedes Vito branca em Ponte de Lima e, após fazerem mais de 50 quilómetros, entraram de marcha-atrás contra a montra da Pastelaria do Vale, na avenida Miguel Torga, em Braga. Eram 23h10 de terça-feira.

Os três homens destruíram a montra do café e o objetivo de roubar a máquina de tabaco saiu gorado. Contentaram-se com a caixa de moedas, que tinha cinco euros, e uma caixa de dez quilos de café. A PSP investiga e recuperou o veículo que os ladrões abandonaram em Lamaçães, Braga.

Tudo aconteceu poucos minutos depois de a proprietária ter fechado a pastelaria, junto à movimentada circular de Braga, em Nogueira. "Mal cheguei a casa, ligaram-me porque o alarme disparou. Entraram de marcha-atrás pela rampa. Foi mesmo à bruto, enfiaram a traseira contra a montra e partiram tudo, vidro e caixilharias", começa por contar Célia Vieira, dona daquele espaço.

"Entraram no café e tentaram arrombar a máquina de tabaco, mas, como não tinham ferramentas, não conseguiram abri-la. Então, roubaram a caixa das moedas, que tinha trocos para começar o dia seguinte, e uma caixa com dez quilos de café", acrescenta a comerciante que, em oito anos de negócio, já foi assaltada sete vezes.

"Medo não posso ter, tenho de trabalhar, não tenho outro remédio. Mas este cenário é desolador para nós e sentimo-nos pouco seguros, com muito receio porque o que aconteceu à noite, poderia acontecer de dia", remata Célia Vieira.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)