Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

ATM com tinta trava assaltantes

O Lidl de Fão, em Esposende, foi ontem alvo do ataque de um grupo de assaltantes que tinha como objectivo levar o dinheiro da caixa ATM do hipermercado. Todavia, ao que o CM apurou, o multibanco estava dotado de um sistema de segurança que lança tinta sobre as notas, o que terá frustrado o assalto.
18 de Maio de 2009 às 00:30
O sistema de alarme do Lidl de Fão não disparou depois do assaltante ter entrado no hipermercado
O sistema de alarme do Lidl de Fão não disparou depois do assaltante ter entrado no hipermercado FOTO: Gisela Caridade

As autoridades policiais não confirmaram se os assaltantes teriam levado o dinheiro, mas certo é que, mesmo que o tivessem feito, as notas ficaram danificadas.

Um dos ladrões partiu a janela lateral do Lidl, pela qual se introduziu no interior do hipermercado. Como a entrada é exígua terá tido a ajuda de um comparsa para poder entrar. A janela dá acesso à casa de banho e, nessa altura, o assaltante teve caminho livre até à caixa multibanco.

Com a ajuda de uma rebarbadora abriu a parte lateral da máquina. No entanto, o larápio não contaria que a caixa ATM estivesse dotada do sistema automático, que espalha tinta sobre as notas sempre que esta sofre um impacto forte.

O dispositivo tinge as notas, inutilizando-as. Depois de ser activado, este sistema bloqueia a saída de notas, mas permite efectuar outras transacções.

Ontem de manhã, era ainda possível ver no chão do hipermercado as marcas da tinta, que resultaram do ataque e que estiveram a ser analisadas pela equipa de investigação da GNR.

As autoridades estranham, no entanto, que o alarme não tenha sido accionado após a intrusão do ladrão.

Uma das câmaras de videovigilância, instalada por cima da caixa ATM, registou o assalto.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)