Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

ATREVI-ME A BEIJÁ-LO E ELE GOSTOU

Já namoram há sete anos mas parece que foi ontem que tudo começou, tal a nitidez com que recordam a sua história de amor. Joana Martins e Pedro Mestre nasceram na freguesia de Benfica, em Lisboa, e têm ambos 23 anos.
19 de Maio de 2004 às 00:00
Foi na Escola Secundária José Gomes Ferreira – em Benfica, claro – que se viram pela primeira vez e desde aí não mais se separaram. Tinham 15 anos e estavam a poucos dias de entrar para o 10.º ano. Hoje ela está no segundo ano da faculdade e ele é assistente administrativo.
Joana já era aluna do liceu mas para Pedro, que vinha de outra escola, tudo era novo. “Vi-o pela primeira vez quando estava a olhar para o horário escolar”, diz a noiva.
Depois de meses a trocar olhares e palavras casuais, decidiram avançar. E Joana surpreendeu o futuro namorado. “Como não tínhamos aulas, fomos passear até à Gulbenkian. Depois de alguns olhares, tomei a iniciativa. Atrevi-me a beijá-lo e parece que gostou. Afinal, estamos juntos até hoje.”
A ideia de se casarem e constituírem família esteve sempre, desde o início do namoro, no horizonte do casal, mas o destino pregou-lhes uma partida: antecipou-lhes o desejo de serem pais e, a 23 de Outubro de 2001, nasceu a Mariana. Uma imensa alegria, como diz Joana: “É a melhor coisa que nos podia ter acontecido. É linda, muito carinhosa, inteligente e perspicaz.”
Relativamente aos dotes do quase marido, a noiva é peremptória: “O Pedro é um excelente pai e queria muito ter uma menina. É curioso que quando falávamos em filhos, dizíamos sempre Mariana, para uma menina, e para rapaz não tinhamos nenhum nome.”
Embora no ano passado tenham pensado em inscrever-se nos Casamentos de Santo António, só agora o fizeram. E ficaram radiantes por terem sido seleccionados. “Sempre quisemos casar-nos pela igreja e, uma vez que não tínhamos condições para fazer uma festa que pudesse reunir as pessoas mais chegadas, tentámos a nossa sorte nos Casamentos de Santo António”, explica o noivo.
Joana realça o “charme e a inteligência” do namorado e o “ar de gozão” como o grande defeito dele. “A persistência e a caridade” são as virtudes que Pedro aprecia na futura mulher, ao contrário da “teimosia e precipitação”.
O casal mantém a chama do amor com trocas diárias de carinho: “Tratamos juntos da nossa filha e, quando a Joana precisa, ajudo-a nos trabalhos da faculdade”, diz Pedro. Orgulhoso, pede à noiva que lembre um episódio especial. “Após um passeio de canoa na barragem de Castelo de Bode, ele sentiu-se mal, perdeu as forças, e fui em seu auxílio”, conta Joana, com um sorriso enamorado.
PERFIS
ELA
Nome: Joana Martins
Idade: 23 anos
Naturalidade: Benfica
Residência: Benfica
Profissão: Estudante
Signo: Caranguejo
Clube: Benfica
ELE
Nome: Pedro Mestre
Idade: 23 anos
Naturalidade: Benfica
Residência: Benfica
Profissão: Assistente administrativo
Signo: Peixes
Clube: Sporting
VESTIDOS
As 16 jovens participantes nos Casamentos de Santo António já escolheram os vestidos de noiva com que vão ‘luzir’ no dia inesquecível da sua boda. “Todas escolheram o que gostaram mais”, revela a gerente da Modfrance, de Lisboa, que há três anos consecutivos e a título de oferta veste as noivas de Santo António. “Todos os vestidos são diferentes, dos brancos aos pérola, confeccionados com rendas, micado e tafetás.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)