Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Atropelados pelo comboio deixam amigos em choque

"Ainda ninguém acredita naquilo que aconteceu. A mulher e os filhos estão inconsoláveis", disse ao CM uma amiga de Marcos Rosa, o engenheiro da Tabaqueira que no domingo de madrugada foi trucidado por um comboio, em Belém, Lisboa.
15 de Dezembro de 2009 às 00:30
Vítimas atravessaram a linha a pé e foram surpreendidas pelo comboio
Vítimas atravessaram a linha a pé e foram surpreendidas pelo comboio FOTO: direitos reservados

Carla Lopes, uma das colegas de profissão, também foi colhida e morreu pouco depois. Recorde-se que as duas vítimas, de 35 e 27 anos, tinham estado no jantar de Natal da empresa e seguiram para a discoteca BBC com 15 amigos. A tragédia deu-se no regresso aos carros.

"Ainda ninguém acredita naquilo que aconteceu. A mulher e os filhos estão inconsoláveis", disse ao CM uma amiga de Marcos Rosa, o engenheiro da Tabaqueira que no domingo de madrugada foi trucidado por um comboio, em Belém, Lisboa. Carla Lopes, uma das colegas de profissão, também foi colhida e morreu pouco depois. Recorde-se que as duas vítimas, de 35 e 27 anos, tinham estado no jantar de Natal da empresa e seguiram para a discoteca BBC com 15 amigos. A tragédia deu-se no regresso aos carros.

"Eram uma família muito unida, trabalhavam imenso e davam-se todos bem. A mulher dele ainda nem acredita e não consegue entrar em casa. Foi para junto dos pais com os filhos. Familiares e amigos estão em choque. Foi uma morte horrível". A autópsia aos dois corpos realiza-se hoje.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)