Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Auditoria impede trabalhos no Tua

As obras na barragem de Foz Tua, em Alijó, vão estar paradas nas imediações do acidente que anteontem matou três operários. A interrupção dos trabalhos deve-se à instauração de um inquérito para que os contornos da derrocada fiquem esclarecidos.
28 de Janeiro de 2012 às 01:00
Acidente ocorreu durante os trabalhos de construção
Acidente ocorreu durante os trabalhos de construção FOTO: Nuno Fernandes Veiga

A auditoria foi pedida pela EDP, empresa responsável pela obra no rio Tua. Pedro Afonso, secretário de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território, esteve no local horas depois do acidente. Em declarações ao CM, realçou a importância do inquérito. "Tem de existir uma averiguação acerca da tragédia que aconteceu, principalmente no que diz respeito à segurança no trabalho."

O presidente da Câmara de Alijó, Artur Carcarejo, apresenta condolências às famílias enlutadas e lembra que o deslizamento de terras é característico da região. "Lamentamos a perda dos três trabalhadores. É preciso fiscalização e prudência em solos assim", diz o autarca.

TUA ACIDENTE TRABALHOS MORTES
Ver comentários