Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Aumentam apoios a campanha de refeições gratuitas

A campanha Direito à Alimentação, que prevê a atribuição de refeições gratuita a famílias carenciadas, obteve sucesso nos primeiros quinze dias de lançamento e regista já a inscrição de mais de uma centena de municípios na iniciativa.
20 de Abril de 2011 às 13:46
carenciados, refeições gratuiras, restaurantes, campanha
carenciados, refeições gratuiras, restaurantes, campanha FOTO: d.r.

A iniciativa arrancou início de Abril com a participação de cinco restaurantes do Entroncamento e 30  de Santa Maria da Feira, que diariamente oferecem cinco refeições gratuitas a várias famílias carenciadas referenciadas pelas redes de acção social municipais.

As refeições são dadas na forma de "take-away"  e apenas os restaurantes sabem quais as famílias carenciadas que necessitam do apoio, a fim de evitar constrangimentos.

O coordenador da campanha, Pedro Carvalho, realçou, em declarações à Lusa, o sucesso da campanha em ambos os municípios, destacando que no Entroncamento, "as refeições oferecidas  supriram as necessidades da população", enquanto em Santa Maria da "houve uma oferta  de refeições maior do que a procura por parte de famílias carenciadas".

Em Lisboa, a campanha Direito à Alimentação arrancou apenas há uma semana, com a adesão de quatro freguesias mais carenciadas, sendo oferecidas 500 refeições neste período, segundo o mesmo responsável.

"Está a ser um sucesso total. Esta é uma fase piloto, mas temos tido  uma adesão muito grande: 100 municípios já se inscreveram e todos os dias  temos novos restaurantes a quererem aderir", disse Pedro carvalho, também responsável  da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP),  que lançou a campanha.

Os municípios vão agora fazer o levantamento das famílias carenciadas  que necessitam do apoio desta campanha, através de "uma rede de acção social",  na qual participam os departamentos de ação social autárquicos, Instituições  Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e grupos de voluntariado.  

carenciados refeições gratuiras restaurantes campanha
Ver comentários