Autarca de Vila Real apresenta queixa por notícias que o envolvem no processo UTAD

Polícia Judiciária realizou 45 buscas domiciliárias e na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.
Por Lusa|04.02.19
  • partilhe
  • 1
  • +

O presidente da Câmara de Vila Real disse esta segunda-feira que vai apresentar queixa ao Ministério Público (MP) e à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) pelas notícias que o envolveram na investigação à universidade local.

A Polícia Judiciária (PJ) realizou na sexta-feira 45 buscas domiciliárias, em empresas e na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), no âmbito de uma investigação ao alegado desvio de dinheiro das propinas pagas por alunos brasileiros que frequentaram mestrados e doutoramentos na academia.

A Procuradoria-Geral Distrital do Porto esclareceu que a PJ investiga "factos suscetíveis de consubstanciar, para além do mais, crimes de peculato e crime de participação económica em negócio, praticados no âmbito de cooperação entre a UTAD e entidades brasileiras, tendo em vista a realização de doutoramentos e mestrados por parte de alunos brasileiros nesta instituição".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!