Autarquia desinfesta coleções de arte sacra em Cabeceiras de Basto

Objetivo é preservar e valorizar o acervo do museu.
Por Secundino Cunha|13.07.18
Foi um trabalho minucioso e que obrigou à utilização das mais modernas e avançadas técnicas de recuperação, desinfestação e manutenção de peças de arte sacra existentes no nosso País.

Ao longo de oito dias, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto realizou uma intervenção de manutenção nas coleções do Núcleo de Arte Sacra do Museu das Terras de Basto. O objetivo fundamental: preservar e valorizar o acervo existente.

Os trabalhos de conservação foram efetuados pelas Oficinas de Santa Bárbara e incidiram nas coleções em suporte lenhoso do Núcleo de Arte Sacra sediado na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, núcleo esse que esteve encerrado ao público na última semana de julho.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!