Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Autocarro em vez de metro

O estudo sobre a rede ferroviária do Algarve e a sua possível reconversão para metro ligeiro só vai estar concluído dentro de cerca de três meses. Mas os primeiros indicadores levantam dúvidas relativamente à viabilidade económica do projecto.
23 de Março de 2007 às 00:00
Uma solução alternativa poderá passar pela implementação de um sistema menos caro e mais flexível, mas nunca experimentado no País - o autocarro guiado. A actual linha férrea seria aproveitada.
“É um modo de transporte que implica menos cerca de 40 por cento de investimento do que o metro ligeiro”, assegura João Reis Simões, engenheiro com vasta experiência nas questões dos transportes (teve, por exemplo, cargos de responsabilidade na Carris) e que é actualmente consultor das Câmaras de Portimão e de Lagos. Este técnico defende, desde há muito tempo, essa alternativa, reclamando a necessidade de o assunto ser analisado pelo grupo técnico que está a elaborar o estudo sobre a mobilidade na região.
O autocarro poderá deslocar-se através do actual canal ferroviário, após obras de adaptação, com a criação de duas vias. O veículo dispõe de um dispositivo lateral que o guia ao longo do corredor, mas pode circular nas estradas - servindo cidades não abrangidas pela linha férrea.
“Para ser viável, o metro teria de transportar cerca de 15 mil passageiros por hora e por sentido, mas no Algarve só se perspectiva quatro mil. O autocarro guiado apresenta-se como uma alternativa viável, pelo menos no Barlavento algarvio”, defende João Reis Simões.
PORMENORES
VELOCIDADE
O autocarro pode atingir uma velocidade de 100 quilómetros por hora em situação de guiado - ou seja, em canais de circulação próprios.
APOIO
A hipótese do autocarro guiado já foi apresentada às quatro principais autarquias do Barlavento algarvio. Isabel Soares, presidente da Câmara de Silves, considera a “ideia muito interessante”.
EM ESTUDO
Macário Correia, presidente da AMAL, diz que nada está definido sobre o sistema de mobilidade a adoptar na região. E a possibilidade do metro ligeiro continua em cima da mesa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)