Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Autópsia a idosa revela violência

Mulher estava morta em casa, em Oeiras, há várias semanas.
Miguel Curado 15 de Janeiro de 2018 às 08:32
Corpo da idosa foi levado pela PSP para o Instituto de Medicina Legal de Lisboa
PSP
PSP
Polícia de Segurança Pública
Corpo da idosa foi levado pela PSP para o Instituto de Medicina Legal de Lisboa
PSP
PSP
Polícia de Segurança Pública
Corpo da idosa foi levado pela PSP para o Instituto de Medicina Legal de Lisboa
PSP
PSP
Polícia de Segurança Pública
A autópsia ao cadáver da mulher de 70 anos encontrado na quinta-feira numa casa de Paço de Arcos, no concelho de Oeiras, revela sinais de violência. Este resultado poderá fazer direcionar a investigação policial para a hipótese de homicídio.

Após a descoberta do corpo, a PSP levou os restos mortais, por indicação da Polícia Judiciária, para o Instituto de Medicina Legal de Lisboa. A autópsia realizou-se nos últimos dias e os inspetores da secção de Homicídios da Judiciária de Lisboa encarregues da investigação – e que estiveram na casa de Paço de Arcos no dia em que o corpo foi descoberto – já estarão na posse do relatório.

As marcas de violência no corpo serão visíveis, apontando a autópsia para que a morte tenha ocorrido há cerca de três ou quatro semanas. A investigação deverá continuar com a realização de mais exames ao cadáver, que poderão, ou não, suportar a tese de homicídio como causa da morte.

Recorde-se que foi o forte cheiro que revelou a presença do corpo no interior da casa de Paço de Arcos, na última quinta-feira, tal como o CM noticiou na altura.

Alarmados pelo facto de já não verem a mulher, de 70 anos, há várias semanas, os vizinhos chamaram logo a PSP e também os bombeiros. Arrombada a porta, foi possível detetar a presença do cadáver.

A mulher partilhava a casa com o filho, cujo desaparecimento da habitação terá coincidido com a data estimada do óbito.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)