Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Autópsia a recluso que morreu na cadeia de Alcoentre não mostra lesões

Familiares protestam em frente à cadeia, insinuando que o recluso foi morto.
Miguel Curado 18 de Janeiro de 2022 às 08:29
A carregar o vídeo ...
Autópsia a recluso que morreu na cadeia de Alcoentre não mostra lesões
O relatório preliminar da autópsia a Miguel Cesteiro, o recluso que morreu a 10 de janeiro na cadeia de Alcoentre, Azambuja, não revela "lesões traumáticas causadoras da morte".

Segundo o Instituto de Medicina Legal, foram "realizadas colheitas para a concretização de exames complementares laboratoriais". Os dados serão depois entregues ao Ministério Público.

Desde sexta-feira que familiares protestam em frente à cadeia, insinuando que o recluso foi morto.
Alcoentre Miguel Cesteiro Azambuja questões sociais morte
Ver comentários
}