Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Autópsia adensa mistério na morte de padre de Leiria

Sacerdote de 38 anos foi encontrado sem vida numa praia.
Tânia Laranjo 8 de Junho de 2018 às 01:30
Padre encontrado morto em praia de S. Pedro de Moel
Padre encontrado morto
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Padre encontrado morto em praia de S. Pedro de Moel
Padre encontrado morto
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Padre encontrado morto em praia de S. Pedro de Moel
Padre encontrado morto
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Arnal chora desaparecimento do padre Marco Brites
Amorte do padre Marco Paulo Brites, de 38 anos, que era pároco em Maceira, Leiria, continua por esclarecer. Adensa-se o mistério, depois da autópsia, que se realizou esta quinta-feira, não ter sido conclusiva.

Não há sinais de agressões, mas também não é claro que a morte tenha sido natural. Os médicos vão agora fazer exames complementares, designadamente para perceber se o pároco foi envenenado ou se tomou qualquer substância antes de morrer afogado.

Certo, para já, é que o pároco terá morrido ao início da manhã. O corpo foi encontrado pelas 9h30 de anteontem, numa praia selvagem de Porto de Moel, e aparentava estar há pouco tempo na água.

Estava vestido com roupa escura e tinha nos bolsos dinheiro e as chaves de casa. O carro, esse, mantinha-se à porta de casa, em Arnal, Maceira.

Sabe-se também que na noite anterior o pároco esteve reunido com vários paroquianos. Saiu pelas 23h30 e deu conta de que tinha um assunto pessoal para tratar.

Como é que chegou à praia é outro mistério que a Polícia Judiciária de Leiria agora tenta esclarecer.
Arnal Maceira Amorte Marco Paulo Brites Leiria Porto de Moel Polícia Judiciária de Leiria religião
Ver comentários