Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Autópsia afasta crime na morte de transexual brasileira em Matosinhos

Antes de desaparecer, Angelita Teixeira deixou um vídeo no Facebook em que se queixava de estar a ser perseguida e vítima de ameaças.
Liliana Rodrigues 26 de Janeiro de 2021 às 08:55
Autópsia afasta crime na morte de transexual brasileira em Matosinhos
Autópsia afasta crime na morte de transexual brasileira em Matosinhos FOTO: Direitos Reservados
A autópsia ao corpo de Angelita Teixeira confirma que a transexual brasileira morreu por afogamento e descarta, para já, a hipótese de crime.

A perícia indica que não há qualquer indício da intervenção de outras pessoas na morte da personal trainer, em Portugal há 4 anos e que foi dada como desaparecida a 1 de janeiro. O corpo, em avançado estado de decomposição, foi encontrado numa praia em Matosinhos, no dia 12.

Antes de desaparecer, deixou um vídeo no Facebook em que se queixava de estar a ser perseguida e vítima de ameaças.
Angelita Teixeira Matosinhos questões sociais morte
Ver comentários