Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Aveiro: Prisão para homem que tentou agredir juiz

O tribunal de Aveiro condenou esta terça-feira a um ano e dez meses de prisão efectiva um homem, de 46 anos, que tentou agredir um juiz daquele tribunal durante a leitura de um acórdão em Janeiro deste ano.
6 de Novembro de 2012 às 16:37
Suspeito agrediu juiz do tribunal de Aveiro durante leitura de acordão, em Janeiro deste ano
Suspeito agrediu juiz do tribunal de Aveiro durante leitura de acordão, em Janeiro deste ano FOTO: Paulo Duarte

O tribunal deu como provado que o arguido cometeu um crime de ofensa à integridade física qualificada na forma tentada e um de resistência e coação sobre funcionário, absolvendo-o do crime de perturbação de funcionamento de órgão constitucional.

Na leitura do acórdão, o juiz Sandro Ferreira explicou que o tribunal decidiu não suspender a pena, considerando o "extenso" passado criminal do arguido.

No julgamento, o recluso, que está a cumprir uma pena de nove anos de prisão por abuso sexual de menor, no estabelecimento prisional de Paços de Ferreira, confessou os factos de que estava acusado e disse estar arrependido. "Peço perdão e peço desculpa", afirmou.

A confissão integral e sem reservas do arguido levou o Ministério Público a prescindir de ouvir as testemunhas que estavam arroladas pela acusação.

Os factos remontam a 11 de Janeiro de 2012, durante um julgamento em que o arguido respondia por um crime de abuso sexual sobre a filha, de 13 anos, que engravidou.

Ao ser confrontado com uma pena de prisão efectiva de nove anos, o arguido ultrapassou os guardas prisionais, avançou a barreira de separação, e só não conseguiu agredir o juiz porque foi manietado por dois seguranças que estavam no banco dos réus, à espera de serem julgados num outro processo.

aveiro tribunal juiz agressão julgamento arguido abuso sexual
Ver comentários