Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Avião que aterrou de emergência no Aeroporto de Lisboa retoma viagem para Cuba

Avião esvaziou tanque para evitar risco de incêndio ou explosão na aterragem de emergência em Lisboa.
Inês Freire e Correio da Manhã 18 de Junho de 2022 às 17:23
A carregar o vídeo ...
Avião que aterrou de emergência no Aeroporto de Lisboa retoma viagem para Cuba
O Airbus A330-343 com destino a Varadero, em Cuba, foi obrigado a realizar uma aterragem de emergência após ter partido do Aeroporto de Lisboa. Meia hora após a partida, o avião apresentou problemas no trem de aterragem.

Durante a tarde deste sábado esteve a gastar combustível na zona a norte de Lisboa para evitar o risco de incêndio ou explosão na aterragem.



No aeroporto, estavam 35 operacionais e 10 meios da Proteção Civil de prevenção. 



A ANA Aeroportos Portugal referiu numa nota que foram acionados todos os meios de socorro e segurança adequados à situação, "tendo sido suspenso o tráfego cinco minutos antes da aterragem para garantir a máxima segurança". A operação no Aeroporto de Lisboa decorre com normalidade.

O avião partiu às 16h30 e tinha uma viagem prevista de nove horas e dez minutos. O Airbus A330-343 tem capacidade para 388 passageiros e realizou o seu primeiro voo em 2010 para a Iberworld.

O RSB foi acionado para o local.



A companhia aérea World2Fly, marca do grupo espanhol World2Meet (W2M), iniciou no dia 4 de junho os voos diretos entre Lisboa e Varadero com partidas semanais a acontecerem todos os sábados.

O diretor da companhia aérea disse, em declarações à SIC Notícias, que o avião "está em condições perfeitas para seguir viagem de longo curso", refere. 

Às 21h05 os passageiros com destino a Cuba retomaram a sua viagem.

Mafra Lisboa Varadero Cuba economia negócios e finanças transportes aviação
Ver comentários
}