Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Bailarina tenta matar marido à facada

Mulher, de 41 anos, esfaqueou homem, de 33, durante um encontro junto a condomínio.
Rui Pando Gomes 9 de Outubro de 2019 às 01:30
Ataque violento aconteceu junto a um condomínio privado
Ataque violento aconteceu junto a um condomínio privado FOTO: Nuno Alfarrobinha

Uma bailarina tentou matar o marido com uma faca junto a um condomínio privado, em Portimão. A vítima sofreu ferimentos graves e foi hospitalizada. A agressora foi detida pela GNR e entregue à Polícia Judiciária (PJ), que investiga um crime de homicídio na forma tentada.

A discussão aconteceu junto a um condomínio privado em Alvor, onde a mulher, de 41 anos, e o homem, de 33, se encontraram na segunda-feira à tarde. O casal, ao que o CM apurou, está em processo de separação e já existia alguma conflitualidade anterior relacionada com um filho menor que este tem em comum. Após o encontro e uma troca de palavras, a mulher atacou o ainda marido com uma faca de cerca de 10 centímetros de lâmina no abdómen. O homem, de nacionalidade brasileira, sofreu um ferimento grave e foi socorrido por uma equipa pré-hospitalar da Cruz Vermelha Portuguesa, que conseguiu estancar o sangue e transportá-lo para o hospital de Portimão. A vítima só não morreu porque foi assistida rapidamente e operada de urgência.

A agressora, bailarina de profissão, foi inicialmente identificada e detida por militares da GNR de Portimão, que apreenderam a faca usada no crime e recolheram vestígios no local da agressão. No entanto, a investigação do caso foi entregue à Polícia Judiciária, que classificou o crime como homicídio na forma tentada. A mulher vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Portimão GNR Polícia Judiciária PJ crime lei e justiça questões sociais crime homicídio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)