Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

BALEADO NA 24 DE JULHO

O jovem e os seus familiares escolheram a noite de ontem para espairecer. Queriam esquecer os problemas. Mas só o conseguiram durante algumas horas. Uma discussão iniciada no interior de um bar, em Lisboa, acabou a tiro, com o jovem, de 20 anos, atingido numa perna.
4 de Outubro de 2004 às 00:00
As manchas de sangue à porta do número 108 da Avenida 24 de Julho eram os únicos indicadores da ocorrência ali registada, pelas 05h00.
Uma desordem “começada no interior do ‘Bar Francês’ e terminada cá fora acabou com um jovem baleado”, como informou fonte da PSP ao Correio da Manhã.
De acordo com a mesma fonte, “um homem terá baleado um jovem de 20 anos quando este o ameaçou com uma garrafa partida”.
A mãe da vítima contou à SIC o que terá estado na origem da confusão. “O meu filho trouxe-me aqui para aliviar a cabeça. Mas houve um sujeito que se meteu comigo e com a cunhada dele e ele não gostou”, disse Florbela Silva.
Aquela que seria uma noite de diversão para Florbela Silva e alguns familiares seus acabou mal. “O homem derrubou-me cerveja para cima e incomodou a cunhada do meu filho com gestos. O meu filho tentou fazer com que ele parasse, mas ele não acedeu”, acrescentou a mãe.
Para tentar parar a situação, o jovem terá partido uma garrafa, com a qual ameaçou o homem. Já cá fora, o outro indivíduo, sentindo-se ameaçado, disparou com uma arma e acertou na perna esquerda do jovem. Depois pôs-se em fuga.
A mãe da vítima afirma que o homem em causa “é segurança do bar”. Informação desmentida pelo gerente do estabelecimento às autoridades.
Certo é que do outro lado da avenida, no bar V24, o sistema de videovigilância captou tudo. E esta cassete já está nas mãos das autoridades para servir de elemento para a investigação. Com a gravação foi ainda apreendido um invólucro de uma 6.35.
A mãe da vítima não se conforma com a atitude do “funcionário”. “O meu filho não fez mal a ninguém. Uma coisa é andar à porrada, outra é andar aos tiros”, desabafou.
A vítima foi transportada para o hospital de São José, onde será submetida a uma intervenção cirúrgica para retirar a bala. O caso foi entregue à PJ.
Ver comentários