Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Balearam GNR e foram soltos

O Tribunal de Guimarães mandou ontem libertar pai e filho, os dois responsáveis pelas agressões a vizinhos e a um militar da GNR, morador na mesma rua, que foi atingido a tiro num tornozelo, quando tentava acalmar a violenta discussão e as agressões entre vizinhos, anteontem à noite, em Gonça, Guimarães.
20 de Abril de 2011 às 00:30
Rixa aconteceu na Rua 25 de Abril, em Gonça, à frente da casa do GNR
Rixa aconteceu na Rua 25 de Abril, em Gonça, à frente da casa do GNR FOTO: Fátima Vilaça

"Nunca tinha assistido a nada assim, nem dava para perceber quem estava a bater em quem", contou ao CM, ainda incrédulo, um morador da Rua 25 de Abril, em Gonça, onde anteontem à noite aconteceu a zaragata.

Os desentendimentos começaram no domingo, com trocas de palavras. Anteontem, os ânimos exaltaram-se quando um rapaz de 17 anos foi agredido com uma garrafa pelos vizinhos, pai e filho, de 19 e 44 anos. O militar, que estava em casa de folga, ouviu os gritos e saiu em socorro do menor. Sem que nada o fizesse prever, o mais novo puxou da pistola e atingiu-o.

O CM tentou falar com o GNR, que está em casa a convalescer, mas tal foi impossível.

GNR TIROS GUIMARÃES DESACTOS
Ver comentários