Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Baleia morta ao largo da costa

O choque com um navio de grande porte terá sido a causa da morte de uma baleia anã encontrada ontem a boiar, a cinco milhas ao largo de Olhão, no Algarve.
20 de Junho de 2008 às 00:30
O animal marinho foi retirado da água no Porto de Olhão com uma grua para ser depositado num aterro
O animal marinho foi retirado da água no Porto de Olhão com uma grua para ser depositado num aterro FOTO: Rui Pando Gomes

A descoberta foi feita por uma patrulha da Polícia Marítima, que rebocou o mamífero – ainda bebé, segundo os especialistas – até terra para evitar acidentes com outras embarcações mais pequenas. De acordo com o capitão do Porto de Olhão, Jaime Trabucho, o mamífero foi "detectado a 5,5 milhas a sul do cabo de Santa Maria".

Ao que o CM apurou, a baleia , de três toneladas e 6,5 metros de comprimento, apresentava alguns ferimentos, indiciando o ‘atropelamento’ por um navio. O estado de decomposição do animal, classificado como moderado, revela que estaria sem vida há mais de cinco dias. Segundo o biólogo do Zoomarine Élio Vicente, "esta espécie aproxima-se da costa no Verão à procura de alimento, principalmente pequenos peixes como a sardinha".

SAIBA MAIS

ATERRO

A carcaça do mamífero foi enviada para o Aterro da Cortelha, em Loulé, para ser incinerada.

11 metros

As baleias anãs atingem os 11 metros e 9 toneladas de peso.

REDES

Muitas das baleias anãs são apanhadas em redes de pescadores ao procurar alimento.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)