Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Balsemão ajudou a comprar propriedade da ex-mulher de Sócrates

Ministério Público desconfia que Monte das Margaridas pertence ao ex-primeiro-ministro.
11 de Novembro de 2017 às 16:04
Francisco Pinto Balsemão, fundador da Imprensa, dona da SIC
Francisco Pinto Balsemão é o fundador da Impresa
José Sócrates
José Sócrates
Sofia Fava
Sofia Fava
Francisco Pinto Balsemão, fundador da Imprensa, dona da SIC
Francisco Pinto Balsemão é o fundador da Impresa
José Sócrates
José Sócrates
Sofia Fava
Sofia Fava
Francisco Pinto Balsemão, fundador da Imprensa, dona da SIC
Francisco Pinto Balsemão é o fundador da Impresa
José Sócrates
José Sócrates
Sofia Fava
Sofia Fava
Francisco Pinto Balsemão, o fundador do grupo Impresa, empresa que detém, entre outros orgãos de comunicação social, a SIC, terá ajudado a pagar o Monte das Margaridas, propriedade alentejana onde Sofia Fava, ex-mulher de José Sócrates, vive hoje em dia com o atual companheiro. A notícia é avançada pelo semanário Sol, que acrescenta ainda que o Ministério Público acredita que a propriedade pertence a José Sócrates.

De acordo com a publicação, Manuel Costa Reis, o companheiro de Sofia Fava, terá pedido a Balsemão o montante de 30 mil euros em 2015. Este empréstimo foi confirmado pelo empresário, que sublinhou que o fez "por razões de afectividade e laços com a família Costa Reis".

O advogado Francisco Costa Reis, o pai de Manuel Costa Reis, foi administrador e um dos fundadores do jornal Expresso (título também pertencente ao grupo Impresa) e também amigo de Balsemão, que aliás, é padrinho de baptismo do atual companheiro de Sofia Fava.

A propriedade pertencerá a José Sócrates, de acordo com as suspeitas do Ministério Público. Os investigadores descobriram entregas de montantes avultados de dinheiro por parte de Sócrates à ex-mulher, como forma de pagamento da propriedade. Também Manuel Costa Reis confirmou ir a casa do ex-primeiro-ministro buscar dinheiro no valor de 3 e 4 mil euros.

Apesar de dar como confirmada esta informação, o empresário fez saber que desconhecia que tal montante fosse utilizado para "pagar fosse o que fosse de José Sócrates", avança o Sol. Ainda de acordo com a fonte citada pelo jornal, Manuel Costa Reis já terá pago o empréstimo de 30 mil euros.
Ver comentários