Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Bancário condenado por desviar dinheiro de clientes

Funcionário de agência bancária foi detido por burla qualificada nas Caldas da Rainha
13 de Maio de 2015 às 15:16
Suspeito de ter retirado mais de 200 mil euros de contas de clientes.
Suspeito de ter retirado mais de 200 mil euros de contas de clientes. FOTO: Miguel Baltazar/Jornal de Negócios
A Polícia Judiciária de Leiria anunciou esta quarta-feira a detenção de um gestor de conta numa instituição bancária das Caldas da Rainha suspeito de burla qualificada por ter retirado mais de 200 mil euros de contas de clientes.

O homem exercia funções de gestor de conta numa delegação de um banco e "efetuou vários levantamentos de quantias das contas dos clientes, transferindo-as para outra contas, de pessoas da sua confiança, que depois lhe entregavam essas quantias", disse à agência Lusa o coordenador da Polícia Judiciária (PJ) de Leiria.

A prática, que constitui crime de burla qualificada e de branqueamento, decorreu "durante cerca de três a quatro semanas entre o final de março e o mês de abril" e, segundo o mesmo responsável "foi detetada quando a agora detido perdeu o controlo das movimentações e levantou cerca de 200 mil euros da conta de uma cliente para cobrir movimentos que tinha efetuado sem autorização de outros clientes", acrescentou.

Por se tratar de "uma quantia mais elevada" esta operação levou a que o banco se apercebesse da situação e a denunciasse, o que levou à investigação que culminou com a detenção do suspeito, entretanto "alvo de um processo disciplinar e despedimento".

Em comunicado, a PJ explica que o suspeito "obteve enriquecimento ilegítimo" com prejuízo para a entidade bancária, "que ressarciu os clientes no montante global de aproximadamente duzentos mil euros". O suspeito, de 30 anos, foi presente a tribunal, sendo-lhe aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência, conclui o comunicado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)