Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Banco roubado em Alte

Dois homens armados com uma pistola e uma faca assaltaram, ontem de manhã, a dependência da Caixa Agrícola, em Alte, concelho de Loulé. Roubaram uma quantia elevada mas cujo valor exacto não foi divulgado.
11 de Outubro de 2007 às 00:00
Gatunos 'limparam' esta dependência da Caixa Agrícola
Gatunos 'limparam' esta dependência da Caixa Agrícola FOTO: José Carlos Eusébio
Segundo o Correio da Manhã apurou no local, os gatunos entraram no banco cerca das 11h00, aproveitando um momento em que não se encontravam clientes no local. De rosto descoberto e exprimindo-se em português – com sotaque brasileiro – ameaçaram os funcionários da Caixa Agrícola e obrigaram-nos a entregar o dinheiro que se encontrava em caixa. Em seguida, puseram-se em fuga, a pé.
Momentos antes do assalto, uma carrinha de valores estivera junto à Caixa Agrícola, ao que tudo indica a fazer um transporte de dinheiro para reforçar as verbas disponíveis no banco, uma vez que ontem era dia de pagamento de pensões aos idosos reformados da zona.
“Eu tive sorte, eram cinco para as nove quando fui ao banco e trouxe o meu dinheirinho, mas os que foram mais tarde já não tiveram a mesma sorte”, disse ao CM um pensionista de Alte.
Isso mesmo foi confirmado ao CM por Maria Isabel, que quando chegou à Caixa Agrícola deu com a porta fechada: “Disseram-me que o banco tinha sido assaltado e que por isso não me podiam atender. Isto causou-me um grande transtorno, pois vim de longe para levantar a pensão”, disse ao CM, adiantando que “o Multibanco também não tinha dinheiro”.
A GNR de Salir foi chamada ao local, bem como a Polícia Judiciária de Faro, que está a investigar o caso e procedeu, ontem de manhã, à recolha de indícios no local.
"ALDEIA DEVIA SER MAIS POLICIADA"
“A aldeia devia ser mais policiada. Só há GNR em Salir e, apesar de os militares se esforçarem, não são suficientes para garantir a segurança em toda a zona”, disse ao CM Maria Irene Figueiredo, farmacêutica em Alte, cuja farmácia “já foi assaltada duas vezes”. No último assalto, “uma funcionária até ficou doente”. “Hoje era dia de pagamento de pensões e tudo isto é muito perturbador, sobretudo para a população idosa”, adiantou a farmacêutica.
Para Maria Irene, seria “importante que Alte fosse dotada de um Posto da GNR ou que o policiamento fosse mais intensivo. Alte é uma aldeia recatada, embora tenha muitos turistas. O interior devia ser mais protegido, e talvez mais no Inverno do que no Verão”, frisou. A Caixa Agrícola de Alte foi assaltada, na década de 80, pelos irmãos Cavaco.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)