Bárbara Guimarães aciona o botão de pânico com medo de Carrilho

Ex-ministro nega ter entrado no prédio e acusa a apresentadora de lhe ter roubado um cheque no valor de 35 mil euros.
Por Rute Lourenço e André Filipe Oliveira|05.12.18

A polémica voltou a instalar-se entre Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho. Segundo o Correio da Manhã apurou, no passado dia 29 de novembro a polícia foi chamada a casa da apresentadora, no centro de Lisboa, depois de a estrela da SIC ter acionado o botão de pânico [sistema que permite a vítimas de violência doméstica pedirem apoio de forma imediata, 24 horas por dia], ao aperceber-se da presença do ex-marido na entrada do prédio.

De imediato, uma equipa de agentes da PSP foi enviada ao apartamento de Bárbara, de 45 anos, para perceber o que estava a acontecer. Ouviram a apresentadora [que está a lutar contra um cancro da mama], Manuel Maria Carrilho, de 67, e tomaram conta da ocorrência.

Clique na imagem para saber mais



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!