Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Barricado em banco

Um homem de 44 anos barricou-se ontem à tarde no banco Millennium BCP, em Borba, armado com uma pistola de calibre 6.35 milímetros, exigindo falar com um director da instituição. A sua pretensão foi satisfeita pelas 22h00, hora em que acorreram ao local três responsáveis do banco, facto que levou o indivíduo a entregar a arma.
17 de Maio de 2005 às 02:12
Um homem barricou-se no banco armado com uma pistola
Um homem barricou-se no banco armado com uma pistola FOTO: Alexandre M. Silva
José Ventura terá entrado nas instalações às 14h30, exigindo a saída dos funcionários. Pelas 17h15, o gerente do banco informou a GNR que, de imediato, interditou a área e enviou para o interior do banco dois militares – um negociador e um amigo do indivíduo – para o demover das suas intenções.
Segundo o CM apurou, Ventura terá contraído um empréstimo no então BPA (Banco Português do Atlântico) e, em Julho de 2002, quando exercia funções de gerente de uma empresa ligada ao comércio de equipamentos para pedreiras, fez uma acção de protesto em frente da referida instituição. Na altura, o banco devolveu cheques da sua empresa, apesar de Ventura ter garantido numa entrevista a um jornal local (‘Terras Brancas’) que “tinha dinheiro na conta”.
Na sequência da situação e ainda pelo facto de o banco não ter aceite um segundo pedido de empréstimo – alegadamente para pagamento de dívidas –, a empresa terá falido.
Cerca da meia-noite, o indivíduo entregou-se às autoridades.
Ver comentários